Saiba como identificar e tratar a displasia coxofemoral em cães

Existem várias doenças que podem atrapalhar o início da vida dos cães. A estrutura física dos bichinhos ainda não está totalmente desenvolvida e certas complicações podem acarretar problemas no futuro. Uma delas é a displasia coxofemoral.

Esta doença afeta as articulações dos cachorros, sendo bastante dolorosa. Ela é caracterizada pela diferença entre a massa muscular e o rápido crescimento dos ossos. Assim, o cachorro passa a ter instabilidade no quadril, pois o desenvolvimento ósseo não segue o dos músculos.

Então, são desenvolvidas alterações no acetábulo, colo e cabeça do fêmur, que resultam em intensa dor. Normalmente, esta condição surge entre quatro meses e um ano de idade, sendo causada por vários motivos. A maior responsável pela displasia coxofemoral é a hereditariedade, pois a doença é transmitida de pai para filho (animais que sofreram com isso não são recomendados para reprodução).

Outro fator que ajuda a causar a doença são os hábitos dos animais: as posições adotadas pelos cachorros ao sentar e forçar o quadril, viver em piso liso, a alimentação e também a frequência de exercícios, além da obesidade.

As raças mais afetadas são as de grande porte, embora qualquer cão possa ser vitimado. Os maiores sintomas são dificuldades ao caminhar e correr e até mesmo ao se levantar, com o animal rejeitando qualquer exercício e sentindo muita dor.

O diagnóstico é feito pelo médico veterinário com testes simples e exames como o de raio x. Para o tratamento, são recomendáveis a fisioterapia e a hidroterapia, com movimentos especialmente desenvolvidos para fortalecer a musculatura e a sustentação do quadril. Também pode ser indicado o tratamento com medicamentos e ainda cirurgia, em casos mais extremos.

Então, se você notou algo de errado com o seu cãozinho, consulte um especialista o quanto antes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s