Órteses e próteses: vida nova aos pets

Como donos de animais de estimação, muitas vezes nos deparamos com problemas sérios na saúde de nossos bichinhos. Um dos fatores mais graves e observados com maior frequência em cachorros é a perda da capacidade de locomoção destes.

Assim como os humanos, os cães podem ser vítimas de doenças ou acidentes que, dependendo da gravidade, podem interromper suas atividades normais definitivamente, levando-os a uma vida de total dependência de seus tutores. Não são raras as ocorrências em que os animais sofrem com paralisia definitiva ou mesmo amputação de membros.

Ao longo dos dezessete anos em que trabalho com reabilitação, percebi que alguns pacientes necessitam de um auxílio articular para o fortalecimento de suas capacidades locomotoras.

Felizmente, com o avanço da medicina e a dedicação de profissionais da área veterinária, a maioria dessas enfermidades podem ser minimizadas com a utilização de tecnologias que até pouco tempo atrás eram restritas ao ser humano: órteses e próteses.

As órteses são aparelhos cujo objetivo é suprir ou corrigir a alteração morfológica de um órgão, um membro ou um segmento de um membro, e até a deficiência de uma função. Já as próteses são destinadas à substituição dos mesmos.

Feitas de materiais variados, como neoprene, material termoplástico, articuladas ou não e de rigidez em diversos graus, estas auxiliam os animais na estabilização de suas articulações e na realização de movimentos.

As órteses são colocadas nos membros dos animais em diferentes posições, visando sempre adequar a postura do animal no grau anatômico correto, para que este possa caminhar sem forçar regiões como os ligamentos e os tendões. São diversos modelos, feitos para que o cão tenha sua capacidade motriz recuperada, sem desgaste desnecessário de sua estrutura.

Algumas são indicadas tanto para pets que não apresentam condições de serem operados como para aqueles que já foram operados e necessitam de estabilização pós-cirurgia. Por exemplo, temos versões que são adequadas para situações que vão de luxação de patela a ruptura de ligamento cruzado.

Em formato de tala e composto por materiais como neoprene e materiais termoplásticos, as órteses são desenvolvidas para oferecer ao animal o máximo de conforto e mobilidade, tanto para as patas dianteiras (ombros, cotovelos e carpos) quanto para as traseiras (quadril, joelhos e calcanhares). Os equipamentos são ajustados com tiras de velcro e estão disponíveis comercialmente de acordo com tamanho, do Micro ao GGG, ou podem ser confeccionados sob medida.

No caso das próteses, sua função é substituir partes de membros amputados ou até membros com má formação congênita, torácico ou pélvico. Tanto para o membro torácico quanto para o pélvico o equipamento pode aumentar a autonomia, melhorando a qualidade de vida e o conforto, além de manter a coluna do animal alinhada.

Também desenvolvemos peças para aqueles animais que perderam a capacidade de andar ou ainda para aqueles que precisam de ajuda na hora da locomoção, se arrastando na parte posterior de seu corpo (cadeiras de rodas), desenvolvidas com material adequado e pensado para o corpo dos cães, estes produtos propiciam conforto e também alívio para os pacientes.

É muito importante a fase de adaptação ao aparelho, pois o animal precisa adquirir a consciência corporal nesta nova etapa, e isso é feito através de exercícios dirigidos de acordo com o membro afetado. Por isso, tecnologias como as apresentadas neste artigo são muito úteis para a reabilitação do paciente.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s